indicação · Livros · miscelânea

Jamais julgue um livro pela capa.

Trilogia Guardians

Olhe atentamente para as capas acima. Preste atenção nas expressões de revolta, astúcia, medo e tantos outros sentimentos, estampadas naqueles rostinhos desenhados em traços que remetem aos mangás. Deduza por si só, com base nessas imagens, como deve ser a história. Pensou em “uma turminha da pesada se metendo em altas aventuras?” Ok. Agora feche os olhos e esqueça tudo o que você pensou. Vamos lá:

Guardians é uma trilogia de ação, aventura, fantasia e – por que não – permeado por drama. Na verdade, muito mais drama do que eu imaginava. Nada de choro e ranger de dentes ou depressão, apenas dramas da vida real que qualquer pessoa perto de nós poderia passar. Apesar Além da trama principal, o livro traz assuntos sérios de uma forma bastante natural, o que nos faz refletir e nos emociona muitas vezes. Temos homossexualidade, assassinato (óbvio), tráfico de pessoas, estupro, grandes perdas e vingança, entre outros temas – e surpresas – que te deixam de boca aberta e ávido por descobrir o fim da trama.

Estou no meio do segundo livro. E preciso reafirmar que, a despeito da capinha colorida e, à primeira vista, “infantil” – devido à (grande?) quantidade de personagens na capa e as cores fortes -, Guardians vem a ser um livro bastante sério, mesmo dentro de seu universo Fantástico, cheio de Youkais e de diversão. O foco é na vida de 12 jovens e uma veterana, por assim dizer, que são dotados do poder de seus respectivos signos. O grupo cresceu espalhado pelo mundo, cada um sendo treinado pelos pais ou outros guardiões de gerações anteriores (o poder é hereditário), e eles têm que lidar com situações adversas, conflitos culturais e de personalidade, preconceitos e aprender a sincronizar as energias de seus signos para fechar a barreira que separa nosso mundo do mundo de perigosas criaturas, os Youkais.

Minha opinião:
Tive muitas surpresas agradáveis – e outras nem tanto – no desenrolar da história até agora. O primeiro livro termina num piscar de olhos e você fica aflito com tantas perguntas que pairam no ar, outra sacada muito boa da autora Luciane Rangel, que precisou cortar a história, originalmente escrita em formato de fanfic, em três livros, para adequá-la ao novo formato.

Sinceramente, estou tendo dificuldades para parar de ler. Sim, parar, não pra terminar. Essa é a parte fácil. Difícil é ver que acabou o horário de almoço e não poder continuar lendo nem mais um pouquinhozinho. Tenho lido no caminho para o trabalho/faculdade e nas horas de almoço. De ontem para hoje, li 219 páginas do segundo livro e esse número só aumenta por todas as vezes que eu sucumbo e pego o volume pra “dar só mais uma lidinha“. A quem eu quero enganar?

Não é nem de longe uma narrativa como J. R. R. Tolkien, mega complexa e entupida de nomes complicados… Mas eu li outro dia algo que me chamou atenção: Harry Potter está longe de ser considerado um “clássico”, mas é óbvio que cumpriu com sua missão: Ser um livro de fantasia para o público infanto-juvenil. E assim como a saga do bruxinho, Guardians vem conquistando uma quantidade cada vez maior de fãs, a seu tempo e a seu ritmo. Talvez a grande sacada seja os próprios personagens. Embora sejam muitos, a evolução de cada um é notável no decorrer da história. Cada um é muito bem construído e realmente humano, com seus traumas, medos, angústias e também carregados de carisma, otimismo, honra e amizade. Mesmo os personagens mais odiados têm seus motivos que justificam – ou não – suas atitudes, e isso torna a trama inusitada e, acima de tudo, cativante. As ilustrações que permeiam a narrativa dão um apelo ainda maior ao livro, tornando mais fácil ainda imaginar os personagens durante as cenas e  aqueles rostos tão familiares quanto possível.

O fato é que a trilogia foi uma grata surpresa, assim como a autora e professora Luciane Rangel e a ilustradora e arquiteta Ana Claudia Coelho, que são umas fofas, super simpáticas e muito pacientes (haja mão para dar tantos autógrafos!). Tive o prazer de conhecê-las no domingo (11/11), no aniversário de dois anos de lançamento do livro. Foram brincadeiras, depoimentos, brindes (Ganhei cinco! Eu sou demais, dá licença), muita risada, músicas especialmente compostas e até algum choro. Embora tenha entrado nesse universo há pouco mais de um mês, estou realmente encantada e desejo a essas duas todo o sucesso e notoriedade que merecem.

Nota: Para pessoas chatas como eu, há alguns “errinhos” ainda no livro, como uma palavra repetida ou um ponto final faltando e outra frase começando logo em seguida, mas é MUITO raro e não atrapalha em NADA no entendimento. Então deixe de ser fresco e corra pra comprar! Dê essa moral à Luciane e à Ana, que ralaram e muito pra que esse trabalho viesse à tona. 😉

Todos lutam por aqueles em quem acreditam. E você? Está lutando por quem?

Cosplay de Shermmie
De “bônus”, uma foto minha com o cosplay de Shermmie, uma das minhas guardiãs favoritas! Ainda tirei foto com Lu e Ana, que inspirou a personagem Shermmie
Anúncios

3 comentários em “Jamais julgue um livro pela capa.

  1. Ai, que lindaaaaa!
    Nossaaaa… Obrigada, querida! Fiquei surpresa com a quantidade de páginas que você já leu do volume 2 rs… Que bom que está gostando! =) E obrigada por você ter me achado uma fofa mesmo eu tendo “comido” um dos “n” do seu nome no autógrafo. rs
    Beijoooos!

  2. Comer um “n” do nome dela é falta grave, imperdoável… D: Você ser elogiada dessa forma mesmo assim… Você será a partir de agora “Aquela-que-é-fofa” *-* xDDDDDDD Brinks… É muito fofa mesmo…

    Voltei a ler o livro que tinha parado, para finaliza-lo logo e começar a ler logo Guardians… >.>’
    Por tudo que foi dito, muito elogiado pela Mari, o que me fez ir ao evento conhecer o livro e a autora, deve ser MUITO foda mesmo… x)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s