atípico · miscelânea · muito tempo atrás

Frustração redirecionada.

Parece que hoje eu resolvi escrever.

E em meio a tantas ideias que me vieram à mente, uma me chamou atenção a ponto de realmente querer falar sobre o assunto.
Quem nunca teve uma ou outra frustração ao longo da vida? Sei que a resposta é bem acima de “uma ou outra”, e conheço muito bem o gostinho amargo que fica na boca por dias a fio.

Um filme muito esperado que não era tão bom assim, uma prova que você fez confiante e na verdade foi um fiasco, um dia de trabalho muito mais trabalhoso e muito menos produtivo do que você gostaria.

Agora, dá uma olhada:


Empadão de frango – créditos: Eu mesma.

Delicioso, diga-se de passagem. Refogadinho, molhadinho, salgadinho. Infinitamente melhor do que aquele gosto de fel na boca e aquela vontade de fazer algo a respeito da frustração.
O que uma coisa tem a ver com a outra? Simplérrimo:

Transforme suas amargas frustrações em algo de-li-ci-oooo-so!
(Sim, com essa viadagem toda, mesmo.)

A frustração meio que acumula uma energia que não podemos gastar, porque não obtivemos sucesso em determinada coisa, então não temos o que comemorar. Então a energia fica ali, acumulada, e certas pessoas a transformam em violência, mau humor, depressão. Há algum tempo, aprendi a transformar essa energia potencial toda em algo real e que me desse algum prazer. E, como uma das minhas maiores realizações é comer algo muito gostoso e muito bem preparado, eu simplesmente cozinho.

Não faço nada muito difícil, nada muito elaborado. E é claro que não sou infalível: Já fiz uma caçarola enorme de macarrão cuja tentativa de molho branco parecia mais cimentcola, já seco.

Mas, ao contrário do que possa parecer, a segunda frustração não é tão grande quanto a primeira; Muito pelo contrário: Eu não empreguei nenhuma energia nova naquelas prospecções de sucesso, eu só estava dando um fim para algo obsoleto(a frustração em si), então qualquer resquício de frustração resultante disso é utilizado em uma futura tentativa de fazer qualquer coisa gostosa.

Abaixo, mais uma pequena e saborosa amostra:

Macarronada "Spoleto"
Macarrão “Spoleto”, uma tentativa saborosa de imitar os pratos do restaurante homônimo.

E também tem doces, na lista:

Esse é um bolo de nozes com recheio de baba de moça(admito, minha mãe fez o recheio) e coberto com chantilly batido por mim mesma.
obra-prima da noite de ano novo.

Assim, depois dessas amostras deliciosas de frustrações, pergunto eu:

Qual motivo pode haver pra ficar curtindo amarguras?
Mãos à obra!

E maldita reforma ortográfica.

 

Post original aqui.

Anúncios

2 comentários em “Frustração redirecionada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s