cotidiano

Cuidado comocão

Hoje venho contar um pequeno episódio que nem eu me lembro direito. Eu não devia ter nem 10 anos, e não é nada demais, só lembrei e quis compartilhar.

Não lembro que mês era, nem de que ano. Só lembro que “viajamos” para Cabo Frio, com uma amiga de minha mãe. Também não lembro muito da casa, mas lembro que o quintal era muito bonito, ou pelo menos parecia bonito pra mim, na época. A minha “tia” tinha carro, e a gente saía junto por lá, pra ir à praia, ir ao mercado e fazer qualquer outra coisa que não me lembro agora.

Como eu era criança, era bastante curiosa e ia olhando pela janela do carro, procurando alguma coisa que eu achasse interessante. Numa dessas saídas, enquanto a tia manobrava o carro pra seguirmos viagem, eu avistei um muro bonito, com um portão também muito bonito, de madeira escura, e no portão vi uma placa velha que me chamou a atenção. A placa só tinha duas palavras:

cuidado
comocão

Eu já sabia ler mais ou menos e já era meio metida, então deduzi que o certo fosse “Cuidado, comoção”, porque a tia no colégio já tava ensinando a usar “cedilha”. Mas do alto de minha sabedoria, eu não conseguia decifrar o que era essa palavra e muito menos por que eu deveria tomar cuidado com uma comoção, fosse o que fosse. Então, tomei a atitude mais acertada e perguntei a todos no carro o que era uma comoção.

As “gentes grandes” do carro não entenderam porque uma criança estava perguntando o que era comoção, num momento como aquele, e aparentemente do nada. Seria obra do Divino?

Depois de algumas perguntas pra tentar esclarecer a situação, mas sem sucesso, e ainda sem sairmos do lugar, eu expliquei e mostrei a placa.

Todo mundo começou a rir, e eu não entendi nada. Sabe aquele momento em que você não entende o que há de tão engraçado na pergunta que você fez?

Pois bem. A placa não dizia “cuidado comoção”, não eram duas palavras e não tinha cedilha. Era CUIDADO COM O CÃO. É. Não tinha cedilha mesmo.

Acabou que, na época, fiquei sem saber afinal de contas o que era comoção. Mas pelo menos aprendi que não devia tirar conclusões precipitadas e nem achar que o que eu vejo está errado e que eu posso ajustar ou consertar as coisas de acordo com o que eu sei ou acho que sei.

Depois desse dia, eu sempre olho duas vezes antes de começar a interpretar qualquer sinal, até mesmo pra não ter que pedir ajuda e rirem da minha ingenuidade. Ingênua, sim. Precipitada, não mais.

Ah. Para os que queiram saber o que é comoção:

Comoção:
s.f. Agitação violenta: comoção de um terremoto.
Abalo de um órgão em consequência de um choque: comoção cerebral.
Fig. Viva emoção.
Motim, revolta, agitação popular.
Sinônimos de comoção: abalo, emoção, espavento, surpresa e susto.

Anúncios

2 comentários em “Cuidado comocão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s